Parcelamento IRPF 2019

Parcelamento IRPF 2019

Parcelamento IRPF 2019 – Todo cidadão brasileiro paga impostos para contribuir com a sociedade, como em saúde, educação, infraestrutura, segurança e outros temas que são importantes para o nosso meio social.

Uma parcela desses cidadãos precisa, todos os anos, declarar o seu imposto de renda a Receita Federal e ficar em dia com suas obrigações financeiras. Se você sabe do imposto de renda e está com dívidas em relação a Receita, fique atento que vamos explicar tudo aqui neste artigo. Acompanhe!

Parcelamento IRPF 2019
Parcelamento IRPF 2019

Com Funciona o Parcelamento IRPF 2019

Se você procura saber mais sobre o parcelamento IRPF 2019, está no lugar certo! Sabemos que quando o assunto é parcelamento, o texto acaba atraindo muitos contribuintes que está com este problema e precisa resolvê-lo.

Você pode parcelar as suas dívidas com a Receita Federal ou também pode fazer o pagamento a vista e ficar em dia com seus deveres civis. Veja como funciona essa questão:

  • O contribuinte pode fazer o pagamento de suas dívidas de forma a vista e liquidar todo o seu imposto atrasado;
  • Se o cidadão só consegue pagar a sua dívida de forma parcelada, não tem problema. A Receita parcela a dívida e o contribuinte paga uma taxa de juros embutida no imposto.
Parcelamento do Imposto de Renda 2019
Parcelamento do Imposto de Renda 2019

Veja qual é o mais vantajoso e liquide a sua dívida de imposto com a Receita Federal! É importante que o cidadão pesquise qual é a melhor alternativa para o seu caso. O pagamento a vista não incide juros, já no parcelamento, sim.

Vale lembrar também que o parcelamento pode incidir um reajuste, já que a taxa de juros sempre está variando de acordo com as normas da Selic, que é a que resolve sobre a taxa de juros.


Diferença entre o Pagamento a Vista e Parcelado

O contribuinte pode escolher em pagar a dívida de imposto de renda 2019 de forma a vista ou parcelado. Para o cidadão que já tem o dinheiro em mãos, o melhor é o pagamento a vista, pois assim não incide juros. Veja como é melhor:

  • Com a quitação única da taxa e dívidas do imposto, o cidadão já fica livre da dívida e não paga nenhum juros a mais com essa escolha;
  • Com a escolha do pagamento parcelado, o cidadão vai pagar a dívida com juros e também pode ter uma mensalidade que pode variar de acordo com a taxa Selic, que resolve sobre a questão de juros.

Se você não tem o dinheiro, não tem escolha e precisa pagar sua dívida junto a Receita, você pode fazer o seu parcelamento pelas instituições parceiras que estão vinculadas a Receita Federal.


Como Pagar o IRPF Parcelado

Para solicitar o pagamento IRPF 2019 parcelado, você pode fazer esse pedido indo até uma das unidades da Receita Federal ou pelo site oficial do órgão. Veja como é fácil:

  • Solicite o parcelamento do seu imposto de renda de forma online pelo Receitanet receita.fazenda.gov.br;
  • Pague o DARF gerado pelo sistema;
  • Depois é só preencher o pedido de parcelamento das dívidas dos impostos;
  • Aí é só levar os documentos preenchidos e seus documentos oficiais com foto na Receita Federal pessoalmente. Procure a unidade mais próxima de você.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

DIRF 2019

DIRF 2019

Todo brasileiro precisa pagar impostos, não tem como fugir disso. Quando o assunto é empresário, a questão ainda fica mais importante quando o assunto é esse. O empresário precisa cumprir seu dever de pagar seus tributos, como é o caso do DIRF 2019.

Para lhe ajudar nas questões ligadas ao DIRF 2019, criamos este artigo para explicar o que é, quem é obrigado a apresentar, os prazos, o programa, as penalidades em caso de falta de entrega e muito mais.

DIRF 2019
DIRF 2019

O que é DIRF 2019

A DIRF nada mais é que a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte, que é uma obrigação tributária para todo empresário, ou seja, pessoa jurídica. Esse tributo é recolhido diretamente da fonte.

Essa declaração consiste em verificar se o empresário realmente está recolhendo o imposto de renda direto da fonte através dos salários dos trabalhadores para evitar a famosa sonegação fiscal.

Nesta declaração, ou seja, na DIRF, deve constar todos os rendimentos que foram pagos aos colaboradores da empresa que estão situados no Brasil. Todos os valores da declaração devem ter sido retidos na fonte.

Quem é obrigado a apresentar

A DIRF 2019 é obrigatória para praticamente todas as pessoas jurídicas, exceto para quem é MEI – Microempreendedor. De resto, os empresários precisam realizar a retenção do imposto de renda na fonte dos seus colaboradores.

Vamos listar aqui os 4 grupos em que a DIRF é obrigatória, veja:

  • Todos os empresários que vão fazer envio de dinheiro para o exterior precisa estar em dia com a DIRF;
  • Empresários que mesmo que tenha recolhido apenas um único mês do ano-calendário do ano anterior;
  • Até mesmo pessoas físicas (cidadãos comuns) que tenham pago rendimentos do ano anterior e que não tenha feito retenção do imposto de renda na fonte;
  • Empresas que fizeram pagamentos para outras empresas (mesmo que em apenas um mês) que envolvem impostos como Cofins, CSLL, dentre outros.

VEJA AINDA:

Prazos para entrega

A DIRF deve ser apresentada todo ano e normalmente as datas praticamente são as mesmas de todos os anos. No ano de 2019 o prazo foi até o dia 28 de fevereiro e, algumas vezes esse prazo pode se estender caso ocorra algum erro, imprevisto por parte do programa IRPF.

Percebendo a data deste prazo, fique atento quanto ao DIRF 2019, que deve ter o prazo também para fevereiro ou março. Caso a empresa acabe até o mês de janeiro do mesmo ano, a data pode também ser estendida.

Programa Gerador

Para fazer a entrega da DIRF, a empresa pode usar o programa gerador, que é tudo feito de forma online. O programa pode ser facilmente baixado pelo site oficial da Receita Federal. Com toda praticidade e segurança para o usuário.

  • Primeiro o responsável pela empresa faz a instalação do Programa Gerador no link receita.fazenda.gov.br/;
  • Após baixar o programa, o usuário vai preencher todos os dados exigidos pelo cadastro com referência a sua empresa e possível filiais;
  • O responsável também deve informar sobre os tributos incluídos, mesmo aqueles que não são tributáveis.

Retificação da DIRF 2019

Se você cometeu algum erro na declaração da DIRF 2019, pode fazer uma retificação para corrigir os erros, veja como é simples:

  • Se você tem certificado digital ou código de acesso, acesse o portal e-CAC https://cav.receita.fazenda.gov.br/;
  • Faça inserção do seu certificado ou código;
  • Faça as retificações necessárias e finalize.

Caso não tenha um certificado ou código de acesso, entre por este link e baixe o programa idg.receita.fazenda.gov.br/.

Penalidades por Falta de Entrega

Saiba que a empresa que não entregar a DIRF está sujeita a penalidades. É necessário entregar a declaração dentro do prazo e verificar os erros e retificações.

Caso a empresa não cumpra os prazos, ela receberá uma multa de 2% com aplicação de acordo com o mês-calendário sobre o valor dos tributos, com limite de 20%.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Alíquota Imposto de Renda 2019

Alíquota Imposto de Renda 2019

Se você não sabe muito sobre alíquota Imposto de Renda 2019, saiba que ela é definida e publicada pela Receita Federal, órgão que regula e administra questões ligadas aos nossos tributos no Brasil.

É muito importante, principalmente os brasileiros que precisam fazer declaração do imposto de renda, saiba com detalhes sobre essas alíquotas, afinal, essas taxas e impostos incidem no salário de muitos trabalhadores mensalmente.

Alíquota Imposto de Renda 2019
Alíquota Imposto de Renda 2019

Tabela Alíquota Imposto de Renda 2019

Não só os cidadãos que residem no Brasil, mas também os trabalhadores que moram em outro país devem estar atentos quanto as alíquotas do imposto de renda. Elas incidem sobre brasileiros que moram no nosso país e também fora dele. Além do mais, os valores são reajustados anualmente.

Para quem recebe valores acima de R$1.903,98 deve estar atento quanto as alíquotas, pois elas vão incidir diretamente no seu recebimento. Para quem recebe menos, pode ficar tranquilo! Não é necessário fazer a declaração do imposto de renda, essas pessoas são isentas.

Tabela de alíquotas Mensais do Imposto de Renda 2019

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Tabela de alíquotas anuais do Imposto de Renda 2019

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

No momento em que você for fazer a sua declaração (normalmente acontece no início do ano / primeiro semestre do ano), considere fazer a declaração e incluir os seus rendimentos do ano anterior do ano vigente.


Imposto de Renda sobre Renda Fixa

É importante saber que além do rendimento citado acima, o cidadão também pode ser enquadrado para fazer a sua declaração do imposto de renda também quando se tem renda fixa. Neste tópico vamos falar sobre quando existe uma renda fixa e ela precisa ser incluída ao IR.

Se você possui alguma aplicação como investidor em renda fixa, é importante saber que em alguns critérios você precisa incluí-las na sua declaração de imposto de renda. A poupança, LCI, LCA, dentre outras são isentas ao imposto de renda 2019, no entanto, existem outras rendas fixas que devem estar no IR. Veja:

  • Tesouro Direto (Tesouro Selic, por exemplo);
  • CDB;
  • LC;
  • COE;
  • Debêntures;
  • Investimentos em títulos públicos.

Dependendo do tempo da aplicação, incide um valor em %. Veja:

  • Até 180 dias: 22,5%;
  • De 181 a 360 dias: 20%;
  • De 361 a 720 dias: 17,5%;
  • Acima de 720 dias: 15%.

Como Consultar Imposto de Renda

É muito fácil fazer uma consulta para saber mais sobre o seu imposto de renda:

  • Basta acessar de forma rápida e fácil no site da Receita Federal, sem precisar sair de casa receita.fazenda.gov.br;
  • No portal é preciso informar o CPF e o ano da declaração que está sendo feita;
  • Digite o código de segurança que aparecer na tela.

Com esses dados você saberá como está a sua declaração do imposto de renda.

Como consultar o Imposto de Renda 2019
Como consultar o Imposto de Renda 2019

Simulação de Alíquota Efetiva

Para quem já tem costume em fazer a declaração do imposto de renda, a situação pode ser simples e fácil. No entanto, para quem irá fazer a declaração a primeira vez pode passar algumas dificuldades.

Pensando nisso, o site da Receita Federal permite que você crie um rascunha para fazer sua declaração antes, fazer retificações, inserir mais informações etc antes de realizar o preenchimento oficial da declaração.

Então, não esqueça de fazer a sua declaração todos os anos dentro do prazo estabelecido para ficar em dia com as obrigações do imposto de renda.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Malha Fina IR 2019

Malha Fina IR 2019

Milhares de brasileiros todos os anos precisam declarar o imposto de renda para a Receita Federal. É normal que alguns desses cidadãos cometam alguns erros no momento da declaração, fazendo com que eles caiam na famosa Malha Fina IR 2019.

É comum que depois de algumas orientações o contribuinte consiga enviar o seu IR de forma correta, passando sem problemas na análise da Receita Federal. Mas se você caiu na Malha Fina IR 2019 ou tem receio de cair nela, acompanhe o nosso artigo que vamos falar tudo sobre.

Malha Fina IR 2019
Malha Fina IR 2019

Como Funciona a Malha Fina IR 2019

Basicamente o processo da Malha Fina IR acontece quando a Receita Federal encontra alguma inconsistência ou incompatibilidades das informações declaradas no imposto de renda.

Os analistas da Receita Federal verifica se tudo que está ali na declaração tem veracidade juntamente com outros órgãos do governo federal. Quando isso acontece o contribuinte cai na Malha Fina IR 2019 e precisa corrigir seus dados e mandá-los de volta a Receita.

Como funciona a Malha Fina IR
Como funciona a Malha Fina IR

Quais Fatores Levam a Cair na Malha Fina IR

Há alguns fatores possíveis que um cidadão tenha caído ou possa cair na Malha Fina IR 2019. Vamos relatar abaixo quais são alguns deles para que você possa ficar atento e não ser pego pela Receita Federal:

  • Você não pode omitir informações financeiras;
  • Deve tomar cuidado quanto aos erros na hora de preencher as informações;
  • Precisa estar atento para não ter contradições nos dados financeiros declarados;

O cidadão deverá ficar atento quanto ao preenchimento de toda declaração do imposto de renda. Todas as informações devem estar de acordo com a sua vida profissional e financeira.


Como Saber se Caí na Malha Fina 2019

É sempre importante que o contribuinte fique atento a sua declaração do imposto de renda para saber se não caiu na Malha Fina IR 2019. Normalmente a declaração acontece no início do ano para declarar todos os rendimentos do ano anterior.

Após a declaração, o cidadão precisa esperar até a metade do ano para saber se caiu na Malha Fina ou não. Nesta época a Receita Federal divulga os nomes dos contribuintes que caíram na Malha Fina e que precisam corrigir os seus dados.

Esses dados ficam disponíveis para que o cidadão consiga fazer a consulta dos seus dados para saber mais sobre sua declaração. Para isso é preciso seguir o seguinte passo a passo:

  • Acesse o portal da Receita receita.fazenda.gov.br/;
  • Informe os seus dados que estão sendo solicitados na tela em que você acessou;
  • Ao acessar o ambiente, você terá as informações completas do seu extrato IRPF 2019 e saber como anda a sua situação (se há pendências etc) na Receita Federal.

Mesmo declarando o imposto de renda todos os anos, muitas pessoas não sabem exatamente como funciona o IR. Se você quer saber mais detalhes sobre este imposto, pode ligar no número 135, que é a central de atendimento da Receita Federal. A ligação é gratuita com funcionamento de segunda a sábado das 07h às 22h.

Também pode agendar um atendimento em uma das unidades da Receita pelo link:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/agendamento.

 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...